Prometo não dar spoilers, e por mais que isso me parte o coração, vou permanecer somente na superfície da série em respeito à sua curiosidade de conhecer esse universo sóbrio.

Mr Robot foi uma das grandes revelações do entretenimento no ano passado. A série criada por Sam Esmail conta a história de Elliot, um especialista em segurança cibernética e sistemas de informação durante o dia e um hacker talentoso a noite. Eliot trabalha na E-Corp, um conglomerado de empresas que manufaturam computadores, celulares e tablets e que dominam 70% do crédito mundial. Ao descobrir uma invasão no sistema da empresa, Elliot tem contato com Mr. Robot e a FSOCIETY, um grupo de hacker que tem o objetivo de destruir as empresas de catões de crédito.

Lembra Clube da Luta, né? Eu sei.

Esquizofrênico, antissocial, viciado em morfina e metanfetamina, e ainda sim um dos melhores personagens que surgiram nos últimos tempos. Somos convidados (a força) a conhecer a cabeça de Elliot, pois quem faz a narrativa é o próprio personagem. Há momentos em que o personagem fala algo totalmente contrário de suas ações, e assim a narrativa vai se tornando cada vez menos linear ao longo da série, e as perguntas vão surgindo aos montes.

Quem é quem e quem é o que?

img1 (3)

A série foi elogiada por usar uma linguagem específica de T.I com autenticidade. Mas calma, você não precisa saber de programação para entender o conteúdo. No máximo estamos falando de uma referência ou outra. E acredite, tem muito mais coisas para prestar atenção.

A segunda temporada retornará no dia 13 de julho nos EUA, mas já criou um buzz com o lançamento do trailer (assista abaixo). Isso porque alguns fãs descobriram uma mensagem escondida no vídeo. Aos 40 segundos aparece um número de telefone anotado em uma caixa de evidências. Ao ligar para o número se ouve uma mensagem da E-Corp agradecendo a ligação, mas a mensagem é interrompida por ruídos e depois uma voz dizendo que “Para a luz brilhar mais forte a escuridão precisa estar presente”, em seguida uma série de bips.

Ao traduzir os bips para código binário obtém-se uma sequência de números 0 e 1.

“0010110010011100001001000001001001111000”

O código pode ser traduzido através da cifra Baconiana, onde 0 = A e 1=B. Cada letra significa um grupo de 5 letras, como mostra a imagem abaixo.

img2 (3)

Assim obtém-se a URL: https://www.fsoc.sh/

O endereço nos leva a uma página com mais puzzles. Um olho que aponta para uma sequência de números e letras, que convergindo para linguagem ASCII significam “Olhe para cima”. No topo da página está a mensagem “você precisa abrir seus olhos antes que possamos abrir sua mente”, mas o detalhe do cursor piscando de forma irregular chamou atenção das primeiras 509 pessoas que descobriram que se tratava de um código Morse. “Leave me here”. Quem digitou o código ganhou um casaco oficial da série e uma máscara da FSOCIETY.

Coloca Mr Robot aí na sua lista de série e prepare-se para recolher pela sala o que restou do seu cérebro.

Referências: https://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%B3digo_Bacon

Fonte: B9, mrrobot.wikia.