Nada melhor para entrar num clima de romance que uma boa música ao fundo, não é? Às vezes, é o toque final que faltava no encontro para tornar o momento inesquecível. Letras e melodias são facilmente um condutor de energias entre casais, e com base no tema #semanadoamor o nosso time de colunistas resolveram compartilhar com vocês teoremistas, as músicas que embalam o momento perfeito a dois.

  • Exagerado, esse Salve Oliveira é mesmo exagerado…

DESCULPA, SOCIEDADE, EU SOU ROMÂNTICO. Essa música, que reúne um belo grupo de clichezões (na verdade ela ajudou a criar boa parte deles), serve pra embalar todo aquele começo de paixão que a gente conhece tão bem. O princípio de quase todo relacionamento é avassalador e nesse momento você pensa em eternidade, destino, largar tudo e rosas roubadas. E me diz uma coisa, essa não é a melhor parte?

Pode até ser que depois de um tempo outra trilha seja tema do seu romance, mas aí elas serão mais lentas, mais poéticas, menos intensas… no início a gente quer rock and roll. Eu poderia ficar falando mais coisa, dizer o quanto Cazuza é gênio, mas pra quê, né? Quando a música é boa ela se explica sozinha.

PS: na ausência de um bom clipe (a música é de 1985), separei essa lindeza que até faz a gente esquecer que a Vivo é uma operadora de celular.

  • Evelyn de Assis já tem uma certeza: essa será sua valsa de casamento.

Foi amor ao primeiro toque. Composta pelos geniais João Bosco e Aldir Blanc, e gravada em 1974 na voz inexplicável de Elis Regina, “Dois pra lá, Dois pra cá” revela, à doses suaves e envolventes, o elo perfeito entre o bolero, a letra e a interpretação. As sensações que essa canção desperta (ânsia, desejo, proximidade, amor) são capazes de, em situações diversas, acalmar qualquer ser que esteja sentindo frio na alma.

O bolero finaliza com o trecho bem conhecido de La Puerta, do cantor Luis Miguel, em que “dejaste abandonada la ilusión que había en mi corazón por ti” dá o toque especial que faltava para embalar os corações traiçoeiros. Caso aconteça dentro de alguns anos, eu farei dessa canção, a minha valsa de casamento. Claro, firme na escolha de um companheiro de tom e passos em sintonia ao longo da vida, na medida que, como se fosse a primeira vez, poder ouvir “tua voz murmurando: são dois pra lá, dois pra cá”.

  • João Mendes e o amor em sua mais pura forma, música.

O título já entrega o sentimento que a música transmite, amor. Amar em ver, amar em sentir, amar só por amar. E é essa a trilha que embala as batidas mais aceleradas do meu coração.

Tiago Iorc é um dos artistas da nova geração que eu mais ouço e admiro, e tenho um carinho muito especial por essa canção. Gosto da melodia, da leveza e principalmente da letra, faz muito sentido pra mim e acabei escutando essa música em um momento bastante especial. Espero que amem essa dica e que a semana seja de muito amor!

“O coração dispara. Tropeça, quase para . Me encaixo no teu cheiro. E ali me deixo inteiro”

  • Para Monique Levy, essa música é um clássico e ótima para se dançar juntinho.

Escolhi uma canção original do ‘Deus’ da guitarra, Eric Clapton, pois acho ele perito em escrever canções sobre todos os lados de relacionamentos – não só porque ele é um verdadeiro artista, mas porque ele viveu essas histórias! “Wonderful Tonight” foi escrita para sua ex-mulher Pattie Boyd no meio de uma história que só os acervos do bom e velho rock’n’roll poderiam contar…. mas isso é assunto pra outro post! 😉

Defendo essa música pois é uma baladinha ótima para se dançar junto, inclusive, tem uma cena de Friends, quando Chandler pede Mônica em casamento, que eles dançam essa música no final do episódio! (veja aqui: https://www.youtube.com/watch?v=TOFDoKAr2Bs)

Vamos a uma festa. E todos se voltam para ver. Essa bela dama. Que está andando comigo. E então ela me pergunta: “você está se sentindo bem?” E eu digo sim, me sinto maravilhoso esta noite”

  • Jéssica Jansen e sua imaginação ao som de uma música envolvente.

Entrar no clima pode significar muitas coisas, mas quando se trata de música um única trilha sonora pode embalar diferentes momentos para mim. Uma melodia mais lenta forma um lindo cenário romântico na minha cabeça, assim como uma música mais sexy pode ser cenário para um encontro pegar fogo.

Ao som de Kygo com “Firestone”, posso ir a muitos lugares num único ambiente com uma pessoa ao meu lado. Nela, sinto meu corpo relaxar e me deixo envolver pelo momento, com uma companhia então, tudo fica mais perfeito. Ela não propriamente fala de amor, mas sua melodia é como uma faísca que me faz algo acender dentro de mim.

Essa música, num lugar aconchegante e uma pessoa ao meu lado é mais que o suficiente para entrar em qualquer clima.

  • A Casty Ferreira sabe como apimentar as coisas.

Música sempre fez parte do meu cotidiano, pra qualquer situação eu sempre tenho um trilha sonora, e como essa é a semana do amor, resolvi compartilhar com vocês a música que sempre costumo ouvir quando estou a dois, de uma forma mais íntima se é que me entendem 😉

Gosto dessa batida, ela vai crescendo, carregando o ambiente com um tom mais sensual, e conforme a música vai surgindo, começa a vir de dentro aquela sensualidade que temos. Quando ela surge quando estou acompanhada, me faz deixar as inibições de lado sem me importar com mais nada, somente me agradar e agradar a pessoa que está ao meu lado. A letra da música é totalmente voltada pra sexualidade, então é mais que indicada pra isso né?!

  • E pra fechar nossa seleção, Luiz Gustavo

Minha escolha dessa rodada é uma música que escutei pela primeira vez em 2009. E quando enfatizo a data, é porque me marcou de uma forma que nunca vou esquecer. Para você ter uma noção do que estou falando, tente lembrar de uma música que você ama. Aquela música que não importa a idade (da música), mas sempre quando toca, te desperta algo. Freelove, do Depeche Mode, não é minha música favorita, mas o sentimento que tive a primeira vez que a escutei, foi o êxtase. Quase como perder a virgindade em decibéis.

Infelizmente, não há o clipe original no youtube . Os sintetizadores, a guitarra destorcida e a poesia da letra dão fruto a uma canção que nos diz sobre compreensão com quem já sofreu por amor, oferecendo uma maneira de amar livre de barreiras. Em um relacionamento a dois, amar é entender que precisamos colocar em alguns momentos nossos interesses atrás dos desejos do outro. Ter humildade e principalmente habilidade de cuidar e ser cuidado

 

Éh teoremistas, com essas trilhas sonoras vocês já podem fazer uma playlist e deixar o clima rolar sem preocupação. A #semanadoamor está no ar, então entra no clima com a gente ;D