Hoje o Teoremas vem para indicar Festas no Rio de Janeiro que todos deveriam conhecer e ir ao menos uma vez. Aqui, nós temos gostos para tudo e para todos, então alguma festa você irá gostar (nós temos certeza)! Chega mais, que o rodada do dia vai te dar a dica do que de bom rola por aí.

  • Bagaceira, a festa que desperta os sentimentos e sentidos de Evelyn e Casty.

bagaceira

“As festas alternativas se tornaram um boom de opções para aproveitar as casas noturnas cariocas. E até mesmo na rua, como é o caso do Arco do Teles. Mas, para não perder o foco e chegar ao ponto que interessa na rodada dessa semana, me teletransporto para a entrada do número 42, na Avenida Repórter Nestor Moreira, na noite em que o “Cohab City”, vulgo “Pagode da Cohab”, acompanhou meus primeiros passos na Festa Bagaceira. Sendo no Espaço Rampa, em Botafogo, ou no Cordão da Bola Preta, no Centro, a proposta da Bagaça sempre consegue fazer a festa “rolar até tarde”. Não há Netinho, Nenê, Ari, Feijão, Claudinho, Fabinho, Lino e Chambourcy que resista a só pegar os instrumentos e tomar o tal do danone à vontade sem se entregar à setlist arrebatadora de corpo, alma e coração.” Nos descreve muito bem, Evelyn de Assis (fã de carteirinha da festa).

Já Casty diz: “A festa do Rio de Janeiro que acho que todos deveriam ir pelo menos uma vez é a Bagaceira.Contando com diversas edições, a festa sempre vem inovando seus temas e com isso não cai nas mesmices que em outras festas acontecem. Toda vibe da festa é super positiva e auto astral, priorizando a diversão dos seus frequentadores e por vezes resgatando aquela música que a gente adorava aos dez anos! Botando todo mundo para dançar e em qualquer ritmo é a festa mais indicada para quem quer uma noite regada a risadas, alegrias e momentos inesquecíveis.”

A cada primeira sexta do mês, a Bagaceira surge com um tema diferente (e histórico), sem deixar de lado o pop, o funk, os clássicos das boy e girl bands, o axé music, e outros inesquecíveis sucessos (dos lados A e B) dos anos 90 e 2000. Na próxima sexta-feira (05), a “Edição Olímpica” terá especial com É o Tchan!, Backstreet Boys e Claudinho e Buchecha e você já pode conferir o que virá por aí: https://www.facebook.com/events/870021956436559/

  • Salve Oliveira indica: Eclética

FB_IMG_1469999862770

Do que você gosta numa balada? MPB, pop, rock, funk, bagaço, sertanejo, clássicos? E se eu te contasse que existe uma festa que consegue unir todas essas músicas? A Eclética é a reunião de vários ritmos, cores e sabores numa mistura deliciosa feita pra você rebolar, pular, fazer trenzinho do amor, sapatear, enlouquecer. Todas as minhas noites de Eclética foram incríveis, já vi os caras saírem de Lady Gaga pra Caetano Veloso e do 0800 do Teles pro Arvrão do Vidigal. As festas são super organizadas, tem gente bonita, fina, elegante e sincera, e é uma oportunidade ótima pra você voltar com a rasteirinha descolando de tanto dançar. Eles acabaram de realizar uma edição no Vidigal (foi dia 30 do mês passado), então a próxima festa deve demorar um pouquinho. Pra ficar ligado em tudo da Eclética eu seguiria a página no Facebook, olha: https://m.facebook.com/festaecletica/

  • Beatriz indica: Hey Joe

Hey Joe

Para quem me conhece, não será surpresa a festa que vou indicar. Cabelo colorido, liso, crespo, cacheado. Pele branca, preta, parda. Lésbica, bi, gay, hétero. Eu amei a Hey Joe desde a primeira vez que participei por mil motivos, mas principalmente porque lá você encontra todo tipo de gente.

A festa, que toca na maior parte do tempo rock clássico ou alternativo (mas já chegou tocar até Bonde do Tigrão), sempre tem um tema novo para divertir a galera. Já teve festa do pijama, cartoom, anos 90 e a próxima será com o tema cinema, com apresentação de curtas antes do início do evento contando até com cachaça e pipoca. As novidades não param por aí, nessa edição outro diferencial é o karaokê, já sendo comentado no evento do facebook. (https://www.facebook.com/events/270961436611554/)

Aconteceram edições em outros locais, mas a maioria é realizada no Espaço Convés, em Niterói. Lugar que por fora parece um navio (sério!), e combina com todo o clima diversificado que a festa tem. Vale a pena dar uma passadinha por lá e ouvir tanto Jimmi Hendrix, Beatles, Red Hot Chilli Peppers quanto Arctic Monkeys, The Strokes e Panic! At the Disco.

  • João indica: Festa Mug

73e1ec98af9bae3035b14c84badeeee5

De frente para a Lagoa Rodrigo de Freitas, a festa MUG tem crescido a cada edição e o público está cada vez mais fiel. Com muita música brasileira a noite toda, é ao ar livre, com uma galera bonita e um ambiente bem agradável, isso faz com que essa festa seja uma das minhas favoritas.

Começou como um evento pequeno, no quiosque da Queca, com o público voltado para o pessoal das artes e teatro. Agora tem sido um dos points da zona sul do Rio e é algo bastante alternativo para quem não é muito fã de ambientes fechados. As atrações musicais são sempre DJ’s muito íntimos da MPB, Axé, Forró e outros gêneros tipicamente brasileiros. Toda semana é um estilo diferente e algumas tem sido até temáticas.

Pra quem gosta de colocar a bermuda e cair na pista, essa é uma ótima pedida para o fim de semana, com muita azaração a festa vai até o amanhecer e de quebra você ainda consegue contemplar o nascer do sol em um dos pontos turísticos mais bonitos da cidade maravilhosa.