Quando falamos de Rio de Janeiro, é impossível não lembrar do gingado dos cariocas e do tão tradicional samba. Agora, com o carnaval chegando, o que não falta é gente na cidade procurando eventos do gênero. E para você, que não perde o gingado nem fora da festa, ainda pode aproveitar porque tem samba no rio durante o ano todo.

Pedra do Sal

Pedra do Sal

Claro que a famosíssima Pedra do Sal encabeçaria a lista! O espaço é tradicional e carrega história por ter abrigado quilombos e terreiros de candomblé, tanto que foi tombado como patrimônio desde 1984. Por ser conhecido tanto entre os cariocas, quanto entre os turistas, o espaço lota segundas e sextas, animando a noite daqueles que curtem um samba no pé. As apresentações trazem o melhor do samba de raiz, sendo considerada a melhor roda de samba da cidade.

  • Dia de samba: Segundas e sextas (a não ser em dias de chuva forte)
  • Horário: 19h até 00h
  • Endereço: Largo de São Francisco da Prainha, Centro.

Samba do Ouvidor

Samba do Ouvidor

Batuque de qualidade, gratuito e ao ar livre, o Samba do Ouvidor conta com um repertório que passeia pelos compositores tradicionais. As ruas do Ouvidor, Mercado e Rosário durante o dia são um centro comercial, mas quando a roda se instala vira ponto de encontro de gente de todos os cantos unidos pelo samba. O lado ruim é que não tem data fixa, por isso é preciso ficar de olho na página do Facebook.

  • Dia de samba: próximo evento dia 04/02.
  • Horário: A partir das 17h
  • Endereço: Rua do Ouvidor, Centro – RJ

Carioca da Gema

Carioca da gema

Super elogiado pelos frequentadores, o bar Carioca da Gema traz samba de qualidade acompanhado de cerveja gelada e petiscos variados. O casarão antigo inaugurado em 2000, conta com quatro ambientes e diversos grupos de samba, desde os mais tradicionais até nomes novos. Dentro do boteco cheio de charme e história, você vai se sentir na era de ouro do samba.

  • Dia de samba: Todos os dias (a programação pode variar, pois o bar também toca MPB, mas o principal é samba)
  • Horário: Seg à qua (19h à 1h30); qui e sex (19h às 3h); sáb (21h às 3h); dom (21h à 1h30)
  • Endereço: Avenida Mem de Sá, 79 – Lapa

Beco do Rato

Beco do rato

Grandes bambas já passaram pelo Beco do Rato, como Luiz Melodia, Moacyr Luz e Beth Carvalho. Mas nada impede que os novos artistas continuem a tradição do samba nas noites cariocas. Acompanhando as músicas, o boteco oferece cerveja, um cardápio recheado de petiscos, e mesinhas para quem prefere apenas ouvir e bater o pezinho. É possível conferir a programação completa no site do bar.

  • Dia de samba: De terça a domingo
  • Horário: Ter, qui e sex (das 16h às 3h); seg, qua e dom (das 16h às 00h)
  • Endereço: Rua Joaquim SIlva, 11 – Lapa.

Bar Bip-bip

bar bip-bip

Aqui o samba é garantido de quinta à domingo, às segundas e terças o estabelecimento vai além com o chorinho sendo atração principal, mas o que tem presença confirmada todos os dias no Bar Bip-bip é a alegria e diversão. Nas paredes fotos de sambistas que fizeram história, nas mesas cerveja a vontade, e nos ouvidos o melhor que o samba tem à oferecer.

  • Dia de samba: Quinta à domingo
  • Horário: De 19h à 01h
  • Endereço: Rua Alm. Gonçalves, 50 – Copacabana.

Samba do Trabalhador

Samba do trabalhador

Dizem que segunda é o pior dia da semana, mas não para os moradores do Andaraí que curtem samba. Com 10 anos de história, o Samba do Trabalhador já é tradição no bairro e ganha destaque por ser comandado pelo grande bamba Moacyr Luz. O Clube Renascença, onde a roda acontece, é conhecido por ter sido criado por negros que, nos anos 50, não podiam frequentar os mesmos clubes que os brancos. O que tem tudo a ver com o samba, não é mesmo?

  • Dia de samba: Toda segunda-feira
  • Horário: Das 16h às 21h
  • Endereço: Clube Renascença (Rua Barão de São Francisco, 54 – Andaraí)