Depois de algum tempo buscando viabilizar a produção, o criador de Spawn, Todd McFarlane confirmou que o personagem vai ter um novo filme. O anúncio foi feito durante a San Diego Comic-Con, mas ainda não há previsão de lançamento. O Soldado do Inferno é um dos principais representantes da Image Comics e já teve um longa-metragem próprio em 1997, com Michael Jai White interpretando o demônio.

A história de Spawn é sobre um homem que morre e, ao chegar no inferno, é escolhido para se tornar um soldado comandado pelo demônio Malebolgia. Sua missão é ceifar o máximo de almas possível, preparando o exército de Satã para o Apocalipse. Com essa breve descrição, dá para entender a necessidade de ressaltar que, apesar de vir das revistas em quadrinhos, Spawn sempre teve uma temática bastante adulta. Inclusive, Todd McFarlane disse que vai apostar em um tom mais sombrio e sobrenatural, se afastando um pouco da noção atual de “filme de herói”.

Por se tratar de um personagem conhecido por sua violência, já está decidido que o filme será para maiores de dezoito anos. A ideia é criar uma obra fiel ao material original, dos quadrinhos. O próprio McFarlane vai ser o responsável pela direção. Esta vai ser sua primeira experiência no cargo. Antes de fundar a Image Comics, junto com outros grandes nomes das HQs, ele trabalhou na Marvel como ilustrador e roteirista. Na Casa das Ideias, foi responsável por reinventar diversos heróis clássicos, além de ser o co-criador de Venom, do Homem-Aranha.

O filme original, de 1997, foi muito criticado pela imprensa especializada, mas conseguiu agradar aos fãs do personagem, que chegou a receber uma minissérie animada da HBO, alguns títulos para consoles e linhas de brinquedos colecionáveis. O reboot de Spawn será produzido pela Blumhouse, responsável por Atividade Paranormal, The Belko Experiment e alguns outros filmes conhecidos. A má notícia, no entanto, é que a verba do projeto é de 10 milhões de dólares, consideravelmente menor do que a de outros filmes oriundos das HQs. Resta saber se a criatividade de Todd McFarlane pode compensar o pouco dinheiro disponível.