O festival de música Jingle Ball, da rádio americana Z100, acontece todo ano durante a primeira semana de dezembro, por todo os Estados Unidos, em comemoração ao Natal. Na última sexta-feira (08/12), foi a vez da cidade de Nova York receber os shows. O evento, que lotou o Madison Square Garden, é um dos mais importantes do universo pop e sempre junta os nomes mais comentados de todo o ano. Em 2017, claro, não foi diferente. Nomes como Ed Sheeran, Demi Lovato e Camila Cabello levaram fãs de todo o país até a cidade para o festival, que durou cerca de 5 horas. Mas é impossível negar que a grande expectativa estava em cima do show de Taylor Swift, já que foi uma das primeiras apresentações que ela fez para um grande público, desde o início de sua nova era reputation.

A cantora Julia Michaels, de 24, aproveitou para mostrar de vez (se é que alguém ainda não sabia) que ela é muito mais do que seu single de sucesso, Issues. Michaels fez um medly acústico com todas as músicas que ajudou a compor. Entre elas tinha Bad Liar, da Selena Gomez, Used To Love You, de Gwen Stefani e a clássica Sorry, de Justin Bieber. Mas Julia já trabalhou com outros nomes como Fifth Harmony, Kelly Clarkson e a própria Demi Lovato, que se apresentou na mesma noite do festival.

“Real Friends” e “Never Be The Same” são os novos sucessos de Camila Cabello.

Quem também usou o Z100’s Jingle Ball para mostrar a que veio, foi a cantora Camila Cabello que, estrategicamente, lançou duas músicas novas e a capa do seu álbum na mesma semana do festival. Confirmando as apostas que fizemos aqui no blog no mês passado, a cubana preferiu honrar suas raízes latinas, adotando um som mais dançante e quente, além de trocar o nome do álbum de The Hurting. The Healing. The Loving para o autointitulado, Camila. Com os lançamentos das excelentes Real Friends e Never Be The Same, Cabello está mostrando ainda mais o que podemos esperar da sua carreira solo.

E falando em carreira solo, a Fifth Harmony também estava no festival (mas não se apresentou) e muitos fãs contavam com um encontro da cantora e sua ex-banda, mas, infelizmente, não rolou. Realmente não foi uma separação amigável, né?

Mas nem tudo é climão pesado. No meio de sua performance, Camila rasgou a calça no bumbum! Ela bem que tentou dançar e se apresentar como se nada tivesse acontecido, mas os fãs não deixaram de comentar, hahaha. Cabello levou tudo na brincadeira e até fez uns tweets falando sobre o ocorrido. Muito diva!

Lovato cantou seu novo single, Tell Me You Love Me.

Demi Lovato, que também está com lançamento de single – Tell Me You Love Me – arrancou críticas positivas com sua apresentação no festival. Vestindo um conjunto jeans, bem allá anos 2000, a cantora não decepcionou nos agudos e fez um show incrível para todos que estavam no Madison Square Garden.

Lovato está sendo bastante comentada na mídia recentemente. Seu último clipe, o primeiro da cantora com uma storyline, contou com a participação do ator de Grey’s Anatomy, Jesse Williams, e teve um número alto de visualizações. Com cenas de briga, sexo e até pedido de casamento – o foco de todo o clipe é o casamento dos dois personagens -, os fãs só tiveram elogios para o curta!

E, apesar de sua nova parceria com o cantor de Despacito, Luís Fonsi, Échame La Culpa, estar fazendo muito sucesso, Demi não esqueceu de seu feat. mais antigo: No Promises com a Cheat Codes. A banda subiu no palco do festival para acompanhar a cantora nessa faixa. Será que no Brasil No Promises entra na setlist? Lembrando que, segundo o Jornal Destak, ela está com passagem confirmada no país para abril de 2018.

Ainda esse mês, Ed Sheeran deve lançar a versão de Perfect com Andrea Bocelli.

A carreira do britânico Ed Sheeran está igualmente movimentada. Quem achou que ele ia parar com o lançamento do lindo clipe de seu novo single, Perfect, estava muito enganado. O cantor lançou recentemente uma versão, da mesma música, só que com a participação de ninguém menos que Beyoncé! Os dois decidiram fazer um trabalho mais acústico, estilo voz e violão. E a voz feminina e potente da cantora nos versos de Perfect encaixou com uma luva. Sheeran andou comentando sobre como foi fazer esse feat. e chegou até a falar sobre os segredos de segurança da Queen B, para que nenhuma de suas músicas vaze. Segundo ele, a assessoria dela troca de e-mail toda semana.

Além disso, para garantir que o single fique no #1 por muito tempo, vem mais parceira por aí! Ed confirmou que vai ter uma terceira versão de Perfect no natal com o cantor de ópera italiano Andrea Bocelli. Segundo o britânico, o tenor canta o segundo verso, que nem Beyoncé, mas em italiano. Mal podemos esperar!

Não podemos esquecer de outra parceria importante do ruivo: End Game, novo single de Taylor Swift, que leva seu nome mais o do rapper Future foi uma das grandes atrações da noite. Ed voltou aos palcos do Jingle Ball para apresentar a música junto com a loira.

Ed Sheeran e Taylor Swift apresentam sua nova parceria, e novo single da loira, End Game.

E a grande expectativa da noite estava realmente nela: Taylor Swift. Apresentada, de surpresa, por Katie Holmes e sua filha, Suri Cruise, Swift cantou sucessos mais antigos como a querida Blank Space e chegou a fazer uma versão de I Don’t Wanna Live Forever, sem a participação de Zayn Malik. Os críticos que estavam presentes disseram estar um pouco decepcionados com o desempenho de Taylor. Os destaques de sua apresentação ficaram para o hit Look What You Made Me Do e a já citada, End Game, cantada com Sheeran. Mas, a loira ainda pode surpreender com a sua nova turnê, a reputation Stadium Tour, que começa dia 8 de maio de 2018, no estado de Arizona, mas, nada novo sob o sol, ainda sem data para o Brasil. E as apostas estão altas para que os shows sejam verdadeiros espetáculos. Vindo de Taylor Swift, realmente não poderíamos esperar nada diferente.