Ed Sheeran anunciou recentemente que está terminando seus afazeres profissionais para o ano de 2017. Agora só em 2018! O cantor não deixou claro se vem álbum novo, música nova ou se vai ser só a continuação do que já começou nesse ano. Mas, boatos do quarto álbum estão cada vez mais fortes – e confirmados pelo próprio Ed -, mas se sair em 2018 e qual nome ele terá continua um mistério.

Mas, apesar de 2017 ter ficado por conta do lançamento, lá no início do ano, de seu terceiro álbum – ÷ ou Divide – o ruivo deu um jeito de permanecer no topo dos charts mundiais até agora. Com o lançamento do lindo clipe de Perfect, estrelado pelo próprio Ed, junto da atriz Zoey Deutch, no início de novembro. E quando eu, pessoalmente, achava que não iria vir mais nenhum single por aí – a música voltou a ser bastante comentada e começou a tocar nas rádios.

Querendo dar ainda mais destaque à canção, Sheeran e sua produção decidiram lançar novas versões da música (como já havíamos comentado aqui). Foi realmente uma surpresa para qualquer fã do Ed quando foi anunciado que a primeira versão alternativa do single seria um dueto com Beyoncé. Os dois já se conheciam e até dividiram o palco no passado, mas ouvir ambos cantando uma música do próprio Ed é muito mais especial! O novo arranjo foi pensando por Beyoncé, com uma pegada acústica, voz e violão, que casou muito bem com a atmosfera da letra.

Ed Sheeran e Beyoncé gravaram uma nova versão do single “Perfect”

Mas o que isso tudo tem a ver com Natal? Ou com a Itália? É aí que entra a segunda (ou terceira, se você contar com a original) versão de Perfect, lançada sexta passada, intitulada de Perfect Symphony, junto ao cantor de ópera italiano, Andrea Bocelli. Segundo Sheeran, essa música foi lançada especialmente para o Natal. Uma espécie de presente para os fãs, talvez? A capa do single é parecida com a original, mas com o fundo preenchido de flocos de neve, que reitera a atmosfera natalina para o hemisfério norte.

Dessa vez, o arranjo ficou semelhante as canções de natal que tanto ouvimos nessa época. Em alguns momentos lembra também algumas músicas religiosas norte-americanas. A parte em que Bocelli toma liderança dos vocais deixa tudo ainda mais com esse ar. Mas, independente da religião que temos – ou não temos – o Natal é a época certa de entrar em contato com nosso espírito, além de pensarmos em tudo o que conquistamos e perdemos durante o ano. E acho que é exatamente isso que essa música faz.

Apesar da letra falar de um casal, a melodia dessa versão deixou a música ainda mais especial e sensível, podendo tocar pessoas em diversas situações – falando de experiência própria. Somado a isso, Andrea Bocelli canta sua parte completamente em italiano. A linda língua, junto do estilo específico do tenor italiano levaram Perfect para um outro nível. É simplesmente incrível como Ed Sheeran conseguiu pegar a mesma música e mostra-la de ângulos tão diferentes. Ah, e um adicional importante: Sheeran, no final, se junta ao outro cantor na língua italiana. É fofo e deixa a faixa ainda mais incrível.

É uma música ideal para deixar tocando na ceia de Natal, junto com outras playlists específicas da data. Se você é fã do Ed, pode ouvir seu ídolo, enquanto agrada todos os parentes com músicas natalinas. De fato, perfeito, né?